14 de M05, 2019
Simone Matos
Designer de Torres Vedras. Autora do blog Com Calma e Alma, onde partilha muitas receitas, fotos e textos inspiradores sobre a simplicidade de bem viver.
Natural de
Torres Vedras
Idade
24
Altura
1,69 m
Peso
56 kg
Quando é que começaste a ter cuidado com a tua forma física e o que te levou a começar a treinar?
O desporto sempre fez parte de mim. Iniciei o meu percurso a nadar e a competir. Aprendi a nadar bem cedo e partir daí não parei. Aos 5 anos descobri o amor pela Dança e aí fiquei, pela Contemporânea. Anos mais tarde percebi que fazia parte da Dança de Salão. Não só fazia parte de mim, como eu própria sentia-me parte dela. Entrei aos 8 anos: foram 11 anos de treinos, espectáculos e muita energia. Ao todo, foram quase 15 anos a dançar.

Tive de abandonar a dança, motivo pelo qual entrei no ginásio, já lá vão 4 anos. O ginásio tornou-se um substituto da dança porque queria manter a minha atividade física e o meu corpo e saúde. Na altura era algo para me manter ativa, hoje em dia é uma atividade a que me dedico de corpo e alma. O ginásio tornou-se num lugar especial para mim, costumo dizer que é a minha terapia.
E atualmente, o que te motiva a treinar?
O exercício físico é a rotina favorita do meu dia-a-dia. Torna-se terapêutico para a minha mente. Sinto-me motivada porque a sensação de rejuvenescimento cada vez que finalizo o meu treino diário é incrível. Confesso que sou uma pessoa motivada por natureza, o que me ajuda muito a mim, para além de conseguir motivar os outros - e isso torna-se muito gratificante.

Treino cinco vezes por semana, com qualidade, motivação e esforço, porque me sinto com mais energia, mais feliz, mais apta, confiante e mais forte. É uma questão de poder da mente, de pensar que no final do treino sinto e vejo que fiz o melhor de mim e para mim! Equilibrar o corpo e a mente é o meu foco.

Tento variar ao máximo o tipo de estímulos que dou ao meu corpo. Dia após dia, procuro alcançar a melhoria da minha autoestima, a diminuição (ao máximo) dos níveis de ansiedade e stress, o fortalecimento muscular, flexibilidade e a consciência corporal, que me proporciona uma melhor qualidade de vida.
Como é um dia típico para ti?
Dou início ao meu dia por volta das 7:40/7:45. Acordo e medito uns minutos com a luz matinal. Dez minutos bastam para agradecer, focar e desocupar a mente. A meditação consiste em várias técnicas de respiração que nos ajudam a focar no momento e ir ao encontro do conhecimento interior.

Depois, tomo o meu pequeno-almoço, pego nas marmitas e saio para trabalhar. Às 9h já estou em frente ao computador. Trabalho numa Agência de Comunicação e Publicidade com bom ambiente (com prazos e entregas como tudo, mas tento ao máximo que esses fatores não me afetem diretamente), o que facilita muito o nosso mood diário. Saio às 18h e às 18h30 já estou a treinar, todos os dias de segunda a sexta.

Às 20h30 já estou a jantar a minha sopa e a partir daí é preparar as coisas para o dia seguinte - mala do ginásio e marmitas a jeito. Desde esse momento até à minha hora de deitar, descanso na sala e relaxo com uma boa conversa. Mantenho sempre as 8h de sono que são essenciais para mim, para o meu templo. Desde sempre.
Como é o teu estilo de treino semanal?
A minha semana de treinos é repartida em 3 treinos de musculação/resistência e 2 de cardio. O meu cardio semanal inclui uma aula de Cycling e PowerJump, os restantes são feitos na sala de musculação e sou fã de BodyPump também: leva-nos ao limite e puxa imenso por nós, o que é incrível para o nosso rendimento físico. Isto tudo no Kalorias de Torres Vedras, o meu ginásio.

Tenho o meu treino de perna e o meu treino de superiores e ainda um plano de resistência, onde junto força e cardio: musculação e exercícios mais dinâmicos, como o lunge alternado e o agachamento com salto.
Quais são os teus hábitos alimentares?
Pratico o Mindful Eating - alimentação com atenção plena. Com esta prática treino o cérebro a ser mais saudável, tornando a alimentação um processo de prazer e felicidade, construindo um maior conhecimento sobre mim e a minha relação com o alimento. O objetivo é estar totalmente presente na hora das refeições. Acaba por ser uma forma de reduzir o stress e ansiedade, mantendo a atenção no momento.

Introduzo, desta forma, os meus hábitos alimentares: a minha alimentação é maioritariamente à base vegetal. Sou vegetariana há quase 4 anos, ovolactovegetariana para ser mais precisa: como ovos e ainda alguns lacticínios, embora opte maioritariamente por opções vegetais.

O pequeno-almoço é a minha refeição favorita do dia. Iniciar o dia bem e em pleno, com os nutrientes certos para um dia cheio de energia: normalmente vario entre waffles de aveia, papas de aveia, iogurte grego light/skyr com granola caseira ou torrada de pão de centeio/alfarroba com manteiga de amêndoa. A fruta está sempre presente, assim como o café matinal.

As minhas refeições principais são sempre à base de legumes de todas as cores, leguminosas e alguma fonte de hidrato (ao almoço).

Nos snacks opto por fruta, frutos secos, os waffles de aveia (caso não tenha comido ao pequeno-almoço), algum snack que faça (exemplo: muffins de fruta) e umas tostas de sésamo com um queijinho light. Tudo depende da ocasião, vou variando diariamente. É também ao lanche (pré-treino), que tomo o meu batido de proteína Whey Isolada.
Que influência tem o treino na tua vida?
A felicidade. Sinto-me [ainda mais] feliz com os treinos. E existe uma explicação para a sensação indescritível depois de um treino, a alegria quando pensamos no próximo treino ou a crescente confiança no nosso desempenho. Os responsáveis são chamados de “hormonas da felicidade”, como as endorfinas. Ao longo do tempo fui encontrando o que realmente me fazia feliz e percebendo como esses hábitos tornavam a minha vida muito mais serena e harmoniosa, em todos os sentidos.

Se treinarmos regularmente a concentração aumenta em várias regiões do cérebro. O aumento de concentração e o sentimento de felicidade e satisfação são os efeitos consequentes. Treinar faz-nos ser mais positivos. Faz-nos aumentar as possibilidades de conquistas, assim como o conforto sentimental, impulsionando o nosso cérebro a tomar as decisões certas.
Que música ouves enquanto treinas?
Se soubesses o que sabes hoje, terias feito alguma coisa diferente?
Não sermos tão exigentes connosco próprios. Tudo demora. A começar pela motivação, a passar pela dedicação, até chegar à meta. E essa meta é sempre um processo a longo prazo, só precisamos de o tornar num estilo de vida. Lembra-te sempre do motivo porque começaste, as pequenas vitórias e conquistas e, principalmente, os teus objetivos.
Algum conselho para quem esteja a começar?
O nosso corpo e mente são o nosso templo. O objetivo é cuidarmos deste nosso bem precioso que é a saúde física e mental. A minha motivação é sentir-me bem comigo própria: com o meu físico e mental, em simultâneo. Faço por mim e para mim, com o objetivo de me sentir em pleno na minha pele e com os outros.

Faz por ti, porque te preocupas contigo. Encontra as formas de te exercitar que mais gostas e onde te sentes em serenidade e completo/a contigo mesmo/a!

(Tenho uma publicação no meu blog sobre Como Manter o Foco e tornar o mesmo num Estilo de Vida!.)
Se só pudesses escolher um qual seria?
Treino
Treino de perna
Desporto/Modalidade
Body Balance
Exercício
Agachamento sumo
Snack saudável
Muffins de aveia e fruta
Suplemento
Proteína Whey Isolada
Cheat Meal
Pastel de Nata
Alguma coisa que queiras promover?
No meu Instagram partilho registos diários, sempre com essência e com a simplicidade de saber viver. O meu Blog é um complemento, onde procuro inspirar e motivar com publicações pensadas ao pormenor, incentivando sempre o bem-estar e o slow living.
Partilha esta entrevista
Mais entrevistas 👇
30 de M04, 19
Mariana Passos
Tem 28 anos e é da Lapa. Começou a correr em 2013 e desde então nunca mais parou. Já fez uma meia maratona em NY e está a preparar-se para correr em mais competições.
9 de M07, 19
Marcelo Gomes
Faz desporto desde sempre. Começou em bebé na natação, modalidade que praticou até aos 14 anos, quando iniciou a musculação. Aos 19 anos é Personal Trainer no seu próprio estúdio.
19 de M12, 18
Luís Ferreira
Atualmente a tirar o curso de Personal Trainer, praticou futsal durante muito tempo e tem como hobby ir ao ginásio.
Recebe em primeiro lugar entrevistas como esta com Marcelo Gomes.
Recebe em primeiro lugar as novas entrevistas e novidades.
Inscreve-me