9 de July, 2020
Inês Direito
Investigadora de Biomedicina da Universidade de Aveiro e autora do blog Direito por linhas tortas. Tem 31 anos, é natural de Lisboa e apaixonada por um estilo de vida saudável.
Natural de
Lisboa
Idade
31
Altura
1,66 m
Peso
56 kg
Quando é que começaste a ter cuidado com a tua forma física e o que te levou a começar a treinar?
Antes de entrar na universidade sempre fui uma criança e adolescente muito activa e o desporto sempre fez parte do meu estilo de vida. Fiz ballet, ginástica, mini-trampolim, natação de competição até aos 12/13 anos e durante o secundário pratiquei voleibol e surf. No entanto, quando entrei na faculdade deixei essa prática de lado. Recomecei a prática de exercício físico quando comecei a trabalhar, em 2012. Inscrevi-me no ginásio, juntamente com a minha mãe e comecei por frequentar aulas de grupo duas vezes por semana. O principal objetivo na altura foi recuperar a boa forma física pois sentia-me muito em baixo de forma, cansava-me com facilidade e sofria com algumas dores de costas.
E atualmente, o que te motiva a treinar?
O que mais me motiva a treinar é sem dúvida a minha saúde! Saber que todos os dias faço algo por mim e pelo meu bem estar não só físico mas também mental, que tem e terá impacto a longo prazo são sem dúvida as principais razões da minha prática de exercício físico. Claro que neste momento os objetivos a nível estético também são um factor a ter em conta, mas não é de todo o que mais pesa. O que mais me inspira é a comunidade no Instagram e o facto de conseguir ver progresso a nível de treino, que se tornou mais consistente a partir do momento em que comecei a ser acompanhada pela Sik Nutrition.
Como é um dia típico para ti?
Acordo por volta das 6h20, tomo o meu pequeno-almoço com calma, visto a minha roupa de treino e saio para o ginásio por volta das 7h. Às 7h15 estou a começar o meu treino, e às 8h normalmente termino. Tomo um duche, volto a casa para tomar o pós-treino, deixar o saco do ginásio e pegar na mala do computador e na marmita com as refeições. Normalmente vou a pé ou de bicicleta para o trabalho (sou investigadora no Instituto de Biomedicina da Universidade de Aveiro), ao qual chego um pouco antes das 9h. Os dias no laboratório são sempre diferentes e tanto posso ter um dia em que saio por volta das 16h, como terminar às 19h. Depois do trabalho aproveito para tratar de assuntos relacionados com a casa como ir às compras, fazer limpezas ou tratar das refeições. Se tiver tempo aproveito também para relaxar um pouquinho, para navegar na internet ou ler. Costumo jantar por volta das 19h30/20h. Depois do jantar costumo arrumar a cozinha, deixar tudo pronto para o dia seguinte (mala de ginásio e refeições) e vejo uma série até adormecer, o que normalmente acontece por volta das 22h30.
Como é o teu estilo de treino semanal?
Faço musculação 4 vezes por semana, dois treinos de perna, dois treinos de superiores (braços e costas). O treino é prescrito pela Sik Nutrition a cada mês e todas as semanas progride quer a nível de repetições quer a nível de carga. Reservo um dia por semana a um treino mais cardiovascular e de mobilidade. Treino numa cadeia de ginásios low cost em Aveiro, mas como sou de Lisboa, quando estou na capital treino por lá no ginásio da cadeia que me for mais conveniente.
Quais são os teus hábitos alimentares?
Eu tento ter uma alimentação bastante variada e equilibrada ao longo do dia. Desde junho de 2018 que reduzi bastante o meu consumo de carne e, neste momento, como carne mais ou menos uma vez por mês, mas continuo a comer peixe se bem que metade das minhas refeições acabam por ser vegetarianas/veganas.

Tento manter as horas das refeições ao longo da semana mas ao almoço nem sempre é possível. Normalmente as minhas refeição são compostas por:
  • O meu pequeno-almoço, que também é o meu pré-treino, normalmente inclui chá verde e uma fatia de bolo proteico caseiro.
  • Como pós-treino normalmente consumo whey sem sabor com bebida vegetal.
  • A meio da manha normalmente como um iogurte natural magro com sementes de chia e manteiga de frutos secos.
  • Faço normalmente 2 lanches à tarde, num dos quais normalmente como uma tosta de abacate com ovo.
  • Ao almoço e ao jantar incluo sempre sopa antes do prato principal, que normalmente é composto por uma fonte de proteína, uma boa dose de legumes e hidratos de carbono, como arroz, massa, batata, leguminosas em pelo menos uma das refeições.
Que influência tem o treino na tua vida?
Como treino logo de manhã sinto que fico com muito mais energia para enfrentar o dia! Sinto que me consigo concentrar muito melhor e ser muito mais produtiva no trabalho. Desde que recomecei a treinar e a reforçar a musculatura das costas que as dores desapareceram por completo. Sinto-me muito mais activa, bem disposta e relaxada depois de um treino.
Que música ouves enquanto treinas?
Se soubesses o que sabes hoje, terias feito alguma coisa diferente?
Não treinar demasiado! O overtrainning [excesso de treino] é tão prejudicial para o corpo como não fazer exercício de todo… O corpo também precisa de recuperar.
Algum conselho para quem esteja a começar?
O mais importante é começar! Aos poucos o corpo vai ganhando o hábito do exercício físico. Não desistir, insistir e ser consistente são as chaves para a obtenção de resultados! Quando comecei comprei um relógio que marcava as calorias consumidas por treino e esse era um dos meus maiores incentivos para treinar. Seguir contas inspiradoras no instagram, tentar aprender mais sobre treino e nutrição foram também factores que em muito contribuíram para manter a rotina de treino. Arranjar um parceiro de treino que puxe por nós pode também ser uma excelente estratégia!
Se só pudesses escolher um qual seria?
Treino
Perna, bem pesado
Desporto/Modalidade
Musculação 🏋️‍♂️
Exercício
Agachamento
Snack saudável
Fruta 🍎🍐🍉
Suplemento
Proteína
Cheat Meal
Sushi
Alguma coisa que queiras promover?
Acompanhem-me pelo meu Instagram, @idireito. 😉
Partilha esta entrevista
Mais entrevistas 👇
21 de May, 19
Ana Matias
Arquiteta de 39 anos, do Porto. Autora do blog “My Paleo Life” onde partilha os seus treinos, rotinas e uma alimentação seguindo a dieta paleo.
24 de Oct, 18
Diana Brites
Apresentadora, estudante de comunicação na Escola Superior de Comunicação Social de Lisboa, é natural de Parede e reside em Alcabideche. Gosta de treinar a sua cadela, Leia Organa…
16 de Apr, 19
André Silva
Criado numa família de desportistas, desde cedo começou a praticar exercício. A sua paixão pelo desporto motivou-o a seguir uma carreira na área. Atualmente é Personal Trainer, e…
Recebe em primeiro lugar entrevistas como esta com Beatriz Lobo.
Recebe em primeiro lugar as novas entrevistas e novidades.
Inscreve-me