9 de M10, 2019
Ricardo Stoffel
É advogado, tem 25 anos e vive em Lisboa. Adora viajar e tem como objetivo conhecer todos os países do mundo. Pratica desporto desde os 3 anos e neste momento já não consegue viver sem treinar.
Natural de
Leiria
Idade
25
Altura
1,82 m
Peso
80 kg
Quando é que começaste a ter cuidado com a tua forma física e o que te levou a começar a treinar?
Desde que me lembro que sempre gostei de praticar desporto. Inicialmente, incentivado pelos meus pais, comecei a praticar Natação aos 3 anos, depois aventurei-me no Andebol e ainda arrisquei no Bodyboard aos 8 anos. Acabei por encontrar a minha paixão no futebol onde joguei federado durante 12 anos.
Nos últimos dois anos em que joguei futebol comecei a frequentar o ginásio do clube. Com a entrada na faculdade e falta de tempo para desportos de equipa, passei a dedicar-me apenas ao ginásio.

Apesar de gostar dos resultados e destes serem muito gratificantes para a autoestima, a aposta no ginásio deveu-se principalmente à necessidade de praticar um desporto, pois não consigo lidar com o stress do dia a dia se não tiver esse escape.
E atualmente, o que te motiva a treinar?
Como resultado da aprendizagem nos últimos anos, o que me motiva a treinar atualmente é poder ver a evolução física que o ginásio e os objetivos que traço me permitem atingir, bem como o desafio e exigência que me incuto para os alcançar. Levo o treino sempre a sério, contudo, não tenho como objetivo competir. Treinar faz-me sentir bem comigo mesmo, sem nunca abdicar da vertente dos benefícios para a saúde.
Como é um dia típico para ti?
Todos os dias acordo por volta das 08h00, tomo um pequeno almoço reforçado e vou para o escritório de advogados onde trabalho. Ao final da manhã como o pré-treino, vou treinar à hora de almoço e logo de seguida faço a minha refeição pós-treino. Durante a tarde faço ainda mais uma refeição. Quando saio do escritório geralmente já é hora de jantar, pelo que muitas vezes aproveito para ir jantar fora e distrair a cabeça do trabalho e dos treinos. Antes de ir dormir ainda faço a minha sexta refeição. Tenho sempre imensa dificuldade em terminar o dia cedo, por isso costumo deitar-me por volta da 01h00, mas estou a tentar mudar este mau hábito. Antes de ir dormir gosto sempre de dar uma última volta pelas redes sociais, consultar as notícas do dia e, se ainda tiver tempo, ver uma série
Como é o teu estilo de treino semanal?
Faço ginásio 5 vezes por semana, cerca de 1 hora por dia. Pode parecer estranho, mas mal entro no ginásio só quero sair de lá, não por não gostar de treinar mas porque gosto de me focar em cumprir o treino de forma eficaz e não perder tempo a conversar ou no telemóvel. Treino um grupo muscular por dia:
  • Segunda - treino pernas
  • Terça - treino ombros
  • Quarta - treino costas
  • Quinta - treino peito
  • Sexta - treino braços
Geralmente faço 5 a 6 exercícios para cada grupo muscular, 4 séries de cada exercício e com uma cadência de 15, 12, 10 e 8 repetições. Tento sempre dedicar cerca de 10 minutos para abdominais no final do treino pelo menos 3 vezes por semana.
Quais são os teus hábitos alimentares?
A nível alimentar cumpro uma dieta bastante rígida que, tal como o meu treino, é definida pelos meus coaches Francisco Soares e Barbara Torres. Esta dieta vai sendo adaptada consoante os meus objetivos e consiste em 6 refeições diárias com um intervalo entre elas de 2 horas e 30 minutos a 3 horas.

Relativamente ao cheat day, não sou de todo apologista desse “dia”. Acho que no máximo se deve fazer uma cheat meal e mesmo essa devemos tentar que seja o mais nutritiva possível. Claro que de vez em quando também faz bem sair da linha e comer algumas “porcarias”. É sempre preferível comer e desviar-nos da dieta de vez em quando do que ficar a adiar e depois acabamos por fazer estragos ainda maiores.

Tomo suplementação que vai variando consoante a fase de treino, mas essencialmente consiste em Whey Protein, Multi Vitamínico, Omega 3 e Creatina.
Que influência tem o treino na tua vida?
Pode parecer exagerado mas não consigo viver sem treinar, mesmo que não seja ginásio tenho sempre de fazer algum tipo de desporto. Se não o fizer fico menos produtivo, menos enérgico e com péssimo humor.
Que música ouves enquanto treinas?
Se soubesses o que sabes hoje, terias feito alguma coisa diferente?
Provavelmente tinha procurado acompanhamento mais cedo. Quando começamos a levar o desporto mesmo a sério, mas não temos grande conhecimento sobre a matéria, demoramos o dobro do tempo que demoraríamos se tivéssemos acompanhamento personalizado desde o início. Não tanto a nível do treino, porque felizmente há imensa informação na internet, mas a nível da alimentação, pois 70% dos resultados resultam de uma alimentação adequada à pessoa e aos seus objetivos.

Ainda assim, acho que devemos procurar bem e saber mais sobre quem nos vai definir os planos porque também encontramos imensas pessoas que não sabem o que dizem, nem têm qualquer tipo de estudos sobre esta matéria e acabam a dar conselhos que chegam mesmo a ser prejudiciais. Por isso, convém sempre procurar alguém que tenha provas dadas e que já tenha uma boa reputação neste meio.
Algum conselho para quem esteja a começar?
O mais importante é que pratiquem sempre desporto, qualquer que seja, todo o desporto é melhor do que ficar no sofá. Depois, que se foquem no objetivo e não esperem resultados de um dia para o outro. É importante ser consistente e dedicado para se conseguir alcançar os resultados.

Por fim, que desfrutem ao máximo. O melhor de treinar é o prazer que conseguimos tirar disso, se formos treinar já a pensar que vamos odiar tudo então de certeza que vai correr mal, e muitas vezes basta mudar o mindset que tudo passa a ser muito melhor.
Se só pudesses escolher um qual seria?
Treino
Treino de peito
Desporto/Modalidade
Futebol ⚽️
Exercício
Supino
Snack saudável
Panquecas de clara de ovo, aveia e manteiga de amendoim
Suplemento
Whey protein
Cheat Meal
Hamburguer com extra queijo e ovo estrelado
Alguma coisa que queiras promover?
Gostaria de promover o meu instagram, @ricardostoffel, lá podem encontrar conteúdo não só relacionado com o meu estilo de vida mas principalmente com as viagens que faço e as aventuras que encontro pelo mundo. 🌍
Partilha esta entrevista
Mais entrevistas 👇
24 de M10, 18
Diana Brites
Apresentadora, estudante de comunicação na Escola Superior de Comunicação Social de Lisboa, é natural de Parede e reside em Alcabideche. Gosta de treinar a sua cadela, Leia Organa…
7 de M11, 18
Miguel Macedo
Natural de Fafe, é instrutor de Fitness no Solinca em Guimarães. Adora viajar, motos, gastronomia e de um bom serão entre amigos, a partilhar histórias à volta de uma mesa cheia.
26 de M03, 19
Mafalda Baptista
Tem 30 anos, e é apaixonada pelo Cross Fit - como modalidade e estilo de vida. Trabalha na área do desporto onde se dedica a ajudar as pessoas com quem trabalha a atingirem os seus…
Recebe em primeiro lugar entrevistas como esta com Ricardo Stoffel.
Recebe em primeiro lugar as novas entrevistas e novidades.
Inscreve-me