2 de M07, 2019
Tânia Valente
Auxiliar Veterinária e Groomer de Santa Maria da Feira. Mudou completamente o seu estilo de vida. Com treino, alimentação saudável e foco emagreceu 13kg.
Natural de
Santa Maria da Feira
Idade
24
Altura
1,63 m
Peso
55 kg
Quando é que começaste a ter cuidado com a tua forma física e o que te levou a começar a treinar?
Houve uma altura da minha vida em que não tinha cuidado com a minha forma física. O verão de 2017 foi o primeiro ano que não fiz praia nem andava de calções, pois tinha vergonha do meu corpo e não gostava nada do que via ao espelho.

Até que dia 4 de abril de 2018, com 23 anos, mudei a minha vida radicalmente! Nesse dia, após comer imensa comida calórica, decidi ir buscar a querida amiga balança, que estava ali sem uso. Quando subi e vi 65kg fiquei a rir-me sozinha dizendo-me a mim própria “é impossível”, voltei a subir a balança mais 2/3 vezes e, de facto, estava mesmo a pesar 65kg.

Fiquei chocada na altura porque nunca tinha atingido tal peso…

Já tinha tentado algumas dietas malucas mas que, na verdade, só duravam 2/3 dias e após isso voltava sempre tudo ao mesmo e comia de tudo e mais alguma coisa! Não tinha controlo nenhum… Então, fui à cozinha e disse a mim mesma “é agora que vou mudar sem falta!”. Tudo o que tinha de doces e porcarias coloquei num saco e muita coisa foi para o lixo!

Nesse primeiro mês (abril de 2018) comecei a alterar a minha alimentação, a optar por refeições saudáveis e equilibradas e também a fazer caminhadas e corridas. Após 1 mês já tinha perdido 5kg. Vendo estes resultados fiquei ainda mais motivada! Em maio de 2018 comecei a treinar num ginásio e, em junho, já tinha perdido 13kg (atingi os 52kg).

Sabem aquele momento que vão comprar roupa e querem levar tudo por nos sentirmos bem e gostamos do que vemos ao espelho? Foi assim que comecei a sentir-me: Confiante!

Estive no primeiro ginásio 2 meses, entretanto sai e tive o mês de julho e agosto a treinar em casa. Em setembro iniciei noutro ginásio e foi aí que comecei outra nova etapa: musculação! Eu antes dizia sempre “nunca vou treinar musculação” porque o que eu queria era apenas “perder barriga e pernas” - sim, porque a minha cabeça achava que era possível escolher a parte do corpo que queria perder massa gorda 🤦🏻‍♀️. Então lá comecei a treinar todo o grupo muscular... Ainda me lembro em dizer “não quero ficar com muito braço nem perna”. Falei tanto isso que hoje em o dia adoro ver a evolução que estou a ter no meu corpo!
E atualmente, o que te motiva a treinar?
Quando comecei no mundo do treino, em abril de 2018, achava que para obter um corpo bonito e definido precisava de fazer treinos só à base de cardio ou aulas de grupo. Então treinava 6 vezes por semana. Juntamente com todos cuidados com a alimentação, acabei por emagrecer 13kg (65kg para 52kg) e, por incrível que pareça, em 3 meses consegui chegar ao peso que tanto desejava! Olhava ao espelho e gostava de não ver mais aquela gordura na barriga, aquelas pernas cheias.

Nessa fase pesava-me todos os santos dias para controlar sempre o peso e as calorias diárias que consumia. Achava que era o mais correto mas, na verdade, era um stress constante acordar todos os dias de manhã e ir pesar-me em jejum com receio de ver um número diferente na balança. Inclusivamente havia semanas que nem fazia uma refeição “Cheat Meal” achando que ia estragar todo o processo que já tinha feito antes. Confesso que naquela altura andava muito obcecada com o número na balança (a balança é o pior inimigo que podemos ter para quem entra neste mundo de treino, tanto para quem quer emagrecer ou para quem quer engordar).

Comecei a ver que tinha o corpo muito flácido, sem músculo, estava apenas magrinha mas olhava ao espelho e via que não estava ainda como desejava. A partir de outubro comecei a treinar musculação juntamente com o meu namorado Marcelo e foi ele que me “abriu os olhos” e me fez entender que musculação não é ficar “bicho” ou deixar de ter um corpo feminino.

Quando comecei a treinar ouvi de muita gente “é apenas uma fase”, “vai durar apenas 1 semana” ou “ é apenas um projeto verão e depois passa-lhe”. Mas a minha força de vontade, a minha determinação e o meu foco foram muito superiores. Eu acreditei em mim, que era capaz. Acreditei que tudo era possível!

A minha inspiração? Sou eu mesma, porque tenho orgulho daquilo que me tornei. Passado um ano ainda cá estou e ainda não me fiquei por aqui!
Como é um dia típico para ti?
Sempre me disseram que ao acordar cedo aproveitamos bem o dia, por isso, acordo sempre às 6h ou 7h da manhã. Assim que acordo, na primeira hora costumo fazer exercícios de cardio em jejum na passadeira (cerca de 45/60min). Não fazendo o cardio de manhã em jejum acordo entre as 07h - 07h30 para tratar dos meus 2 cães (Lord e Khaleesi), dar-lhes de comer e ir com eles a rua. Depois disso, preparo o meu pequeno almoço, arranjo-me, trato da casa e, entretanto, está na hora de ir trabalhar. Trabalho das 10h às 19h, quando saio do trabalho vou treinar com o Marcelo durante cerca de 1 hora ou 1h30. Chego a casa por volta das 21h, preparo o meu jantar, trato dos meus animais, oriento as refeições para o dia seguinte e vou descansar.
Como é o teu estilo de treino semanal?
Neste momento treino 6 vezes por semana (segunda a sábado). Domingo é dia de descanso, a única coisa que faço é caminhar! Antes treinava num ginásio, mas o meu namorado abriu recentemente um estúdio em casa e passei a treinar sempre lá com ele. Os meus treinos são consoante o plano que define para mim: às segundas perna, terça ombros, quarta costas etc..

Ter um corpo definido é uma preocupação que está presente na vida da maioria das mulheres. Para quem deseja ficar em forma, a musculação feminina é o exercício mais indicado, pois primeiramente contribui para a queima de gordura e, ao longo dos treinos, promove o desenvolvimento da massa muscular e define os músculos. Mas também é necessário ter uma dieta regular!

Claro que cada pessoa é diferente, todos nós temos corpos diferentes e objetivos diferentes. Antes tinha uma vida de treino e dieta muito restrita, contudo estava sempre muito mais cansada e sem forças de tanto cardio e restrição alimentar com medo de voltar ao que era. Com o tempo, aprendi a "comer de verdade”, a treinar “a sério” e, acima de tudo, a ter a mente equilibrada e tranquila. Sinto-me muito melhor agora do que antes, também muito graças ao apoio do meu namorado.
Quais são os teus hábitos alimentares?
Ao contrário do que muitas pessoas pensam, fazer uma dieta quando se pratica musculação não significa passar fome. Neste momento faço cerca de 6 ou 7 refeições por dia e como sempre de 3h em 3h (3 pratos normais e 3 lanches/snacks), pois preciso de ingerir os nutrientes que fornecem energia suficiente para treinar. Opto sempre por refeições saudáveis e equilibradas.

Ao sábado ou domingo costumo fazer a minha “cheat meal”. Para mim, fazer uma refeição mais calórica não significa deitar tudo a perder ou que vamos engordar. Considero que é um momento de inteligência e estratégia, pois não tem apenas a função de satisfação, mas também uma função de reativação do metabolismo. Desta forma, quando saio da rotina proporciono um estímulo diferente ao corpo ao confronta-lo com comidas diferentes do dia a dia, para que não se habitue apenas àquela dieta.

Quando se tem uma alimentação constantemente saudável e equilibrada sabem o que muda no dia após a uma “cheat meal”? Nada! Não é por mudar um dia que iremos estragar uma semana. Quando se fazem as coisas direitas não é um dia ou até uma semana que estraga tudo. Dar um “off” até é bom, não só alivia o corpo como a cabeça, o que pode até originar melhores resultados, pois um corpo aliviado evolui melhor. Prova disso é que todas as semanas faço uma refeição “livre” e continuo a ter resultados.

Portanto, se fazemos dieta o ano todo certinho, treinamos regularmente, descansamos bem, não é por sairmos uns dias da rotina que deitamos tudo a perder. Aproveitem e saibam desfrutar de forma equilibrada!
Que influência tem o treino na tua vida?
Sinto-me uma pessoa muito mais viva, com mais energia. Sinto-me realizada no final do dia e de manhã acordo com outra postura, outro objetivo, outra conquista! Sinto-me bem e feliz!
Que música ouves enquanto treinas?
Se soubesses o que sabes hoje, terias feito alguma coisa diferente?
Se soubesse o que sei hoje não teria feito algumas dietas malucas que fazia antes. Não andava a pesar-me todos os dias de manhã em jejum porque temos de aprender a amar o que vemos ao espelho e não um número na balança.
Algum conselho para quem esteja a começar?
Imagina uma nova história para a tua vida e acredita nela, não importa o que as pessoas pensam, se acreditas que vale a pena, luta por isso! O teu futuro é criado pelo o que tu fazes hoje, não amanhã, porque não é dificil ter objetivos, mas sim manter-se firme até alcançá-los. Acredita em ti, acredita nas tuas capacidades!
Se só pudesses escolher um qual seria?
Treino
Pernas
Desporto/Modalidade
Natação 🏊‍♀
Exercício
Agachamento livre com barra
Snack saudável
Iogurte natural com granola caseira e fruta
Suplemento
Multivitaminico
Cheat Meal
Pizza Peperoni ou Massa Carbonara
Alguma coisa que queiras promover?
O meu instagram, @taniavalente_fit.
Partilha esta entrevista
Mais entrevistas 👇
18 de M06, 19
Beatriz Lobo
Começou a praticar exercício aos 3 anos e já fez modalidades como ballet clássico, dança contemporânea e hip-hop! Também jogou Rugby em 2 equipas. Com 27 anos é PT na Foz.
28 de M11, 18
Weza Silva
Autora do livro "Emagrecer como a Weza", Blogger Fitness & Lifestyle no mrspreta.pt. É angolana, vive em Lisboa, tem 35 anos, e adora viajar e passar tempo com os seus filhos.
12 de M12, 18
Beatriz Santos
Desportista desde pequenina. Modelo freelancer e estudante do curso de Gestão de Empresas na Universidade de Lisboa. Ambiciona um dia lançar a sua própria marca de roupa.
Recebe em primeiro lugar entrevistas como esta com Diana Brites.
Recebe em primeiro lugar as novas entrevistas e novidades.
Inscreve-me