21 de M11, 2018
Eduardo Xavier
A sua paixão é o boxe, mas não dispensa também um treino ao ar livre. Natural de Guimarães, com 29 anos é empresário na área da restauração, sócio da cadeia de restaurantes Taberna Londrina.
Natural de
Guimarães
Idade
29
Altura
1,79 m
Peso
81 kg
Quando é que começaste a ter cuidado com a tua forma física e o que te levou a começar a treinar?
Desde miúdo que, de uma forma geral, sempre estive ligado à atividade física, pelo que posso dizer que a paixão pelo desporto começou bem cedo. Dos seis aos onze anos, pratiquei ténis, depois vieram o futebol, a natação, o karaté, o MMA, o kickboxing e, por fim, o boxe. O boxe foi de todos, sem dúvida, o desporto que mais influenciou a minha vida. Não só foi aquele a que mais me dediquei, como se tornou uma paixão que dura até aos dias de hoje, sendo que sempre que posso ainda faço uns treininhos.

Já o ginásio iniciei quando tinha dezasseis anos, altura em que era muito magro. Decidi que queria ganhar peso e massa muscular, o que foi uma das razões que me levou a querer inscrever-me no ginásio. Desde então que se tornou um vício, que me acompanha até aos dias de hoje. O treino faz de tal forma parte da minha vida, que nunca o senti como uma obrigação, mas sim como um prazer.
E atualmente, o que te motiva a treinar?
São várias as razões. Em primeiro lugar, procuro conservar uma mente e um corpo sãos, mantendo-me em forma e conseguindo uma constante sensação de bem-estar. Outro aspeto que me motiva é o facto de o treino proporcionar constantemente a superação pessoal. Quem me conhece sabe que sou muito ambicioso em tudo na vida, batalho muito para conseguir aquilo que quero e só descanso quando o consigo. Com o meu corpo passa-se o mesmo: estabeleço metas e só descanso quando as consigo atingir.
Como é um dia típico para ti?
Como sou empresário na área da restauração, tenho a liberdade de poder fazer o meu horário. O que não quer dizer que não tenha muito trabalho, antes pelo contrário! Atualmente, tenho três restaurantes (dois em Guimarães e um em Famalicão) e estou na iminência de abrir mais dois (um em Braga e outro no Porto).

Nem sempre é fácil gerir tudo, mas tento manter a seguinte rotina: À semana acordo sempre por volta das 10h. Costumo tomar o pequeno-almoço fora de casa, num café que serve refeições saudáveis. Por volta das 11h vou treinar, no fim do treino volto a casa, tomo um banho, troco de roupa e sigo para um dos meus restaurantes. É lá que almoço praticamente todos os dias. Durante a tarde, costumo reunir-me com os meus sócios e ficamos a resolver assuntos dos restaurantes. Ao final da tarde, por volta das 19h, regresso a casa onde, por norma, janto e fico a relaxar e a descansar para o próximo dia.
Como é o teu estilo de treino semanal?
Atualmente, treino de segunda a sábado, sem exceções (não sou de faltar aos treinos!). O meu treino tem duração de, mais ou menos, uma hora e meia: faço um aquecimento de dez minutos, seguido do trabalho de dois grupos musculares. No final, costumo fazer uma corrida de dez minutos e abdominais.

Os treinos variam consoante os objetivos que pretendo atingir, mas os que mais gosto de fazer são super series. Se quiser ganhar mais força e massa muscular, faço treinos de hipertrofia, que consiste em fazer poucas repetições com muita carga. Se, no entanto, quiser perder gordura e definir o corpo, aposto mais em exercícios de cardio e num treino mais intenso, com mais repetições e pouca carga.

Para além do ginásio, jogo sempre futebol com amigos duas vezes por semana. Também gosto de dar umas corridas ao ar livre a ouvir música e, quando está bom tempo, gosto de fazer treinos ao ar livre.
Quais são os teus hábitos alimentares?
Tenho uma alimentação equilibrada o ano inteiro. Enquanto que, durante a semana, sigo um plano alimentar à risca, ao fim de semana já procuro um tipo de alimentação mais “relaxado”. O domingo para mim é sagrado, é o dia em que não faço absolutamente nada, em que apenas relaxo e me dedico à família. É também o meu “cheat day”: como sempre uma pizza, um hambúrguer ou uma francesinha, aliados normalmente a um doce, um bolo ou um chocolate. O nosso corpo também precisa de sentir estímulos diferentes.

Segue um exemplo de um dia da minha alimentação normal:
  • Pequeno-almoço: Para mim é a refeição mais importante do dia, pois segue-se a um período em que estivemos com o estômago vazio durante muitas horas. Por isso, o meu costuma ser bem reforçado: pão integral com manteiga de amendoim, papas de aveia com banana e ovos mexidos com abacate.
  • Almoço: Bifes de frango com arroz basmati e salada, sem sal nem temperos.
  • Primeiro lanche (16h): Batata doce com atum em água e um ovo cozido inteiro.
  • Lanche (18h30): Um bife de frango com arroz.
  • Jantar: Salmão com arroz e salada.
  • Ceia (antes de deitar): Barra proteica sem açúcares e um iogurte skyr.
Que influência tem o treino na tua vida?
O treino tem muita influência na minha vida, uma vez que me deixa uma pessoa mais tranquila, relaxada e, acima de tudo, faz com que me sinta bem.
Que música ouves enquanto treinas?
Se soubesses o que sabes hoje, terias feito alguma coisa diferente?
Teria procurado mais cedo informação relativa à alimentação. Só a partir do momento em que me aconselhei com um nutricionista é que comecei realmente a ver melhorias no meu corpo, a conseguir moldá-lo da forma que eu queria. A verdade é que somos aquilo que comemos, e apesar de o treino ser importante, sem uma boa alimentação nunca iremos alcançar bons resultados.

De resto, penso que não mudaria nada – adoro tudo aquilo que faço, a vida que levo e nunca me arrependo de nada que tenha feito.
Algum conselho para quem esteja a começar?
Aconselho aos mais jovens nestas andanças que tracem bem os seus objetivos, procurem um nutricionista, sejam fortes e ambiciosos e nunca desistam nem percam o foco, pois os resultados aparecerão.

Também diria que terem uma inspiração, algo que os motiva a seguir com o trabalho e com o treino, é fundamental para o sucesso. É preciso ter inspiração, sem isso as coisas perdem muito o seu sentido.
Se só pudesses escolher um qual seria?
Treino
Super séries
Desporto/Modalidade
Boxe 🥊
Exercício
Sparringue
Snack saudável
Barra proteica
Suplemento
Proteína
Cheat Meal
Francesinha
Alguma coisa que queiras promover?
Acompanhem o meu dia-a-dia no meu instagram, @eduardoxavier0, e para quem gostar de boa comida, aconselho que sigam a minha cadeia de restaurantes, @tabernalondrina.
Partilha esta entrevista
Mais entrevistas 👇
7 de M05, 19
Ricardo Rodrigues
Começou a natação aos 6 anos. Fez musculação, jogou futsal e atualmente pratica crossfit. Aos 37 anos adora brincar com o filho, treinar ao ar livre com amigos e viajar.
12 de M06, 19
Duarte Cerdeira
Instrutor de Fitness e PT de 30 anos, natural de Braga. Aos 27 anos descobriu que tinha diabetes tipo 1, aprendendo a lidar e a incorporar o treino como parte da terapia.
15 de M07, 19
Bruno Lourenço
Tem 25 anos, é de Viseu e vive no Porto. Tem um mestrado em Multimédia, mas foi na área do Exercício Físico que complementou a formação. Atuamente trabalha como Personal Trainer e…
Recebe em primeiro lugar entrevistas como esta com Bruno Lourenço.
Recebe em primeiro lugar as novas entrevistas e novidades.
Inscreve-me