15 de M01, 2019
Inês Neto
Com 26 anos é Enfermeira em Urgências Pediátricas e Maternidade e também modelo fotográfica de marcas desportivas e de biquinis. A sua grande paixão é a praia.
Natural de
Lisboa
Idade
26
Altura
1,72 m
Peso
56 kg
Quando é que começaste a ter cuidado com a tua forma física e o que te levou a começar a treinar?
Desde sempre que fui magrinha, e talvez por isso nunca tive a preocupação de ter cuidados com a alimentação ou recorrer a exercício físico para me manter em forma, talvez devido à minha genética, tendo um metabolismo acelerado. No entanto, quando entrei, em 2010, na faculdade no curso de Enfermagem, comecei a ver o corpo com outros olhos. Não apenas o que nós vemos exteriormente, mas também tudo o que o sedentarismo e a má alimentação, ou uma alimentação menos cuidada, pode provocar a médio-longo prazo. Inscrevi-me no ginásio em 2011, começando a fazer apenas aulas de grupo, pois a minha vida de estudante não me permitia muito tempo disponível.

Em 2014, com 22 anos, quando terminei o curso e iniciei a minha vida profissional como enfermeira, decidi começar a treinar mais assiduamente com o objetivo de aumentar de peso, uma vez que sempre me conheci com 50kg e apesar deste “peso” ser o objetivo de muitas mulheres, nunca me senti bem com comentários como “és tão magrinha” ou “és um palitinho”. Sei que o peso é só um número, mas na fase inicial do meu percurso no ginásio foi fundamental para me motivar. Portanto, iniciei o acompanhamento, que é fundamental, com um personal trainer e consegui aumentar 6 kg que mantenho até hoje.
E atualmente, o que te motiva a treinar?
O treino acabou por se tornar um hábito de vida saudável na minha rotina, fazendo-me sentir melhor comigo própria e sentido que estou a cuidar de mim. Quando treino sinto que procuro sempre a minha melhor versão e acho que todas as mulheres deveriam fazê-lo, para se sentirem bem, essencialmente com elas próprias, para poderem ser mulheres mais confiantes e felizes, ao lado de quem as rodeia. O meu treino é essencialmente de hipertrofia e de tonificação muscular, pois não pretendo perder peso, mas sim mantê-lo e/ou aumentar a massa muscular.
Como é um dia típico para ti?
Como sou enfermeira, acabo por trabalhar por turnos e posso trabalhar o dia todo das 8h às 20h, só de manhã das 8h às 16h ou só à tarde das 16h às 23h. Felizmente, sou uma sortuda em não fazer turnos durante noite, pois admito que sou uma pessoa que dá muito valor ao descanso, porque afinal de tudo “o músculo cresce quando estamos a dormir” não é?

Geralmente aproveito os meus dias de folga ou dias que só entro à tarde no hospital, para treinar de manhã, acordando às 9h e treino por volta das 10h30-11h. Quando saio às 23h00, tento deitar-me mal chegue a casa para descansar o maior tempo possível. Para mim, menos do que 8h de sono não é aceitável.
Como é o teu estilo de treino semanal?
Por não ter um horário fixo, acabo por não ter um hábito semanal de treino. Tento treinar sempre 3 a 4 vezes por semana no meu ginásio, Fitness Hut, sendo que treino 2 vezes por semana com PT, em que trabalhamos num dia membros inferiores e no outro dia membros superiores. Nos outros treinos acabo por fazer aulas de grupo (Bumbumbrasil, CXWORX e Bodypump). Os meus treinos são de 45min a 1h de duração. O meu treino favorito é o treino de glúteo.
Quais são os teus hábitos alimentares?
Em termos de cuidados alimentares, atualmente, não tenho nenhuma restrição. Tento comer o mais saudável possível, no entanto, se tiver um jantar ou me apetecer ir comer sushi ou ir simplesmente a um italiano, vou. Evito consumir álcool, açúcares, fast food, comida processada e sal em excesso. Quando acordo, bebo em jejum, um copo de água morna com 1/2 limão e o meu probiótico. Dou bastante importância ao pequeno-almoço, nunca saindo de casa, sem o tomar. Geralmente faço panquecas de aveia, com banana, canela e manteiga de amendoim, ovos mexidos ou omeletes com manteiga de amendoim e banana, os meus ingredientes favoritos. Depois, tomo sempre 1 café diário ao pequeno-almoço, com canela e uma colher de chá de óleo de côco.

Depois do treino costumo sempre fazer pós-treino com whey isolada zero ou gainer. No inverno costumo tomar gainer para aumentar massa muscular e no verão proteína para manter massa muscular e haver maior recuperação do músculo. Em termos de suplementação tomo ómega-3 às refeições principais.

Ao almoço e jantar tento sempre ter uma fonte de proteína (carne ou peixe) e hidratos (arroz basmati ou batata doce), acompanhado de salada ou legumes ou fruta como sobremesa. A meio da manhã e da tarde, faço sempre um lanche em que costumo comer iogurte natural 0% com granola caseira. Ao deitar, bebo sempre um chá. Não dispenso de 1,5 litros de água diária, no mínimo.
Que influência tem o treino na tua vida?
Sinto que com o treino, consigo libertar todo o stress acumulado, sentindo-me mais leve sempre que termino de treinar. Após o treino, sinto-me sempre mais calma, relaxada e bem comigo mesma, e sinto que isso é transmitido na relação com os outros. Mas não vou ser hipócrita, quem não gosta de acabar de treinar e olhar-se ao espelho e ver até onde chegou?

A nível de saúde, é fundamental mantermo-nos ativos, prevenindo precocemente o sedentarismo que pode levar a várias complicações como enfartes agudos do miocárdio ou até acidentes vasculares cerebrais. Acho que o exercício físico só traz coisas boas, não é?
Que música ouves enquanto treinas?
Se soubesses o que sabes hoje, terias feito alguma coisa diferente?
Não, acho que tudo o que aconteceu, aconteceu da forma que tinha de acontecer. Iniciei o exercício físico e hábitos de vida saudáveis quando tomei consciência dos benefícios para a saúde e o quanto pode influenciar uma pessoa a todos os níveis.
Algum conselho para quem esteja a começar?
Acho que as pessoas devem adotar hábitos de vida saudáveis quando quiserem, por si próprias, para mudar algo que sentem que não está tão bem, não apenas fisicamente, mas algo a nível de saúde (diminuir o colesterol, tensão arterial, glicémia (açúcar no sangue), etc.), ou simplesmente porque querem ser mais saudáveis. Nunca é tarde. Algo que me fascina é ver no ginásio casais de idosos com mais de 70 anos a treinar juntos. É uma motivação e lição de vida para qualquer pessoa. Nunca devemos desistir dos nossos objetivos e devemos cuidar de nós, pois se não formos nós a cuidar, ninguém irá fazê-lo por nós.
Se só pudesses escolher um qual seria?
Treino
Glúteo
Desporto/Modalidade
Surf
Exercício
Agachamento
Snack saudável
Lascas de côco
Suplemento
Whey
Cheat Meal
Sushi 🍣
Alguma coisa que queiras promover?
Se quiserem acompanhar um bocadinho da minha rotina de treino, bem como a minha paixão por praia, podem seguir-me no instagram, @inessantosneto, partilho os meus treinos e os meus hobbies.
Partilha esta entrevista
Mais entrevistas 👇
28 de M11, 18
Weza Silva
Autora do livro "Emagrecer como a Weza", Blogger Fitness & Lifestyle no mrspreta.pt. É angolana, vive em Lisboa, tem 35 anos, e adora viajar e passar tempo com os seus filhos.
24 de M10, 18
Diana Brites
Apresentadora, estudante de comunicação na Escola Superior de Comunicação Social de Lisboa, é natural de Parede e reside em Alcabideche. Gosta de treinar a sua cadela, Leia Organa…
7 de M11, 18
Miguel Macedo
Natural de Fafe, é instrutor de Fitness no Solinca em Guimarães. Adora viajar, motos, gastronomia e de um bom serão entre amigos, a partilhar histórias à volta de uma mesa cheia.