12 de February, 2020
Tiago Marcelos
Personal Trainer de 29 anos, natural do Barreiro, fundador do HAP Fitness Studio, um estúdio de treino personalizado. Gosta de praia, mar, cinema e ver filmes e séries.
Natural de
Seixal
Idade
29
Altura
1,81 m
Peso
83 kg
Quando é que começaste a ter cuidado com a tua forma física e o que te levou a começar a treinar?
Desde que me lembro que faço algo relacionado com desporto. A minha infância foi marcada por uma boa atividade física e posso dizer que experimentei um pouco de tudo. A primeira modalidade que pratiquei foi natação seguindo-se por tantas outras como atletismo, esgrima, futebol, volei e andebol. De todas, destacava o futebol como a minha grande paixão. Aos 21 anos inscrevi-me num ginásio, sem grandes objetivos (talvez até mais por curiosidade) e foi aí que se fez o “click” para começar a mudar e que me trouxe até onde estou hoje.
E atualmente, o que te motiva a treinar?
O que me motiva a treinar é um conjunto de fatores que tenho levado como alicerces durante a minha vida. É por uma questão de saúde, questão estética e, acima de tudo, por uma questão mental. Ser uma pessoa ativa, que procura a superação em vez das desculpas, que procura sempre conseguir um pouco mais. O treino ensinou-me muito. Ensinou-me a valorizar-me e que a vida é, tal como o treino, se ficar sentado à espera nada acontece. Ensinou-me também que tudo leva o seu tempo, que devemos acreditar em processos, que falhar faz parte de qualquer caminho e que eu aguento sempre bem mais do que a minha própria cabeça pensa. O treino tem uma força pedagógica muito grande que deve ser valorizada.
Como é um dia típico para ti?
O meu dia começa sempre muito cedo. Sou Personal Treinar no HAP Fitness Studio, o meu estúdio de treinos personalizados onde dou treinos todos os dias, no máximo às 7h. Dou sempre a primeira ronda de treinos de manhã e ao final da manhã sigo para o meu treino. Depois vou a casa almoçar e aproveito a tarde onde tenho um tempo para mim e para os meus. Regresso ao fim da tarde aos treinos e fico por norma até as 22h. Tempo de voltar a casa, fazer o jantar e descansar antes de um novo dia. Os dias de semana são quase sempre assim, com a diferença no fim de semana que folgo ao domingo. São dias compridos mas quando se faz o que se gosta torna tudo mais fácil.
Como é o teu estilo de treino semanal?
De grosso modo, pratico essencialmente musculação, ainda que possa ir alternando de forma esporádica com outras modalidades. Em relação à musculação o “segredo” é bem mais fácil do que muitas vezes as pessoas pensam. Vario o local dos meus treinos entre o Pump do Seixal ou do Barreiro e também pelo meu espaço. São treinos não muito superiores a 45 minutos com uma boa intensidade, descansos controlados e com uma execução técnica o mais perto do perfeito possível. É com estas bases que faço as minhas sessões. Procuro treinar 1 a 2 grupos musculares por dia, sendo que vou gerindo de acordo com os sinais que o meu corpo me vai dando, tanto a nível de recuperação muscular como também de acordo com os meus objetivos. Em relação ao tipo de exercícios não há muito que inventar, até porque está tudo inventado: exercícios básicos e bem feitos são melhores do que invenções malucas mal executadas, que no futuro irão trazer mais prejuízos do que vantagens. O treino não deve servir para treinar o ego mas sim o corpo e a mente. Respeitar o corpo é uma prioridade.
Quais são os teus hábitos alimentares?
A minha alimentação é bastante simples, sempre muito à base do mesmo, num equilíbrio entre o que gosto e o que me faz bem. As refeições vão variando, evito essencialmente fritos. Todos os dias como panquecas, atum com arroz (que me sabe pela vida!) ao lanche da manhã, ovos, pão de cereais com queijo fresco. Procuro fugir de qualquer que seja o alimento oriundo de pacotes, por exemplo, porque acredito que na maioria das vezes há opcões melhores e mais saborosas. De uma forma geral já vou conhecendo o meu corpo e percebendo ao que reajo melhor ou menos bem e isso é uma vantagem. No entanto, quando a vontade vem e se me apetecer comer uma pizza, um hamburguer ou algo deste género não penso duas vezes. As pessoas não se devem prender a uma dieta mas sim a um estilo de vida equilibrado, onde com consciência há espaço para tudo. Em relação a suplementação, tomo umas vitaminas de vez enquanto, creatina e, por vezes, um pré-treino nos dias em que estou mais cansado. Como pós treino faço quase sempre uma refeição de prato.
Que influência tem o treino na tua vida?
Eu acho que o treino tem uma influência brutal porque quem treina sabe o poder que um simples treino tem. Vivemos numa era em que os adultos vivem basicamente para os outros e no meio de tudo isto o tempo é todo investido nos outros e quase nada em nós. Então, penso que não custa agarrarmos em nós e dedicar-nos 60 minutos do nosso dia na nossa saúde. Para mim é este o impacto que tem, de me sentir cada vez melhor, com mais saúde do que tinha há 5 anos atrás. Treinar é o meu escape a todo o stress do dia a dia. Os treinos dão uma auto estima bem diferente para enfrentar tanto as pessoas como os problemas.
Que música ouves enquanto treinas?
Se soubesses o que sabes hoje, terias feito alguma coisa diferente?
É sempre uma pergunta difícil de responder... Quem não se arrepende de erros que fez? No entanto, são tanto as conquistas como também os erros que nos fazem descobrir o caminho que queremos percorrer e nos levam ao dia de hoje. Acho que se tivesse feito algo de diferente podia não estar onde estou hoje e, por essa razão, não teria feito nada diferente, por outro lado, se algumas coisas se repetissem já teria maturidade para as fazer de outra forma.
Algum conselho para quem esteja a começar?
Para quem está a começar o melhor conselho que posso dar é que a única forma de alcançar objectivos é criar uma rotina. Colocar nas agendas dias fixos para treinar de acordo com o que pretendem pode ser uma boa estratégia. Independentemente da modalidade que for é preciso mais do que apenas marcar presença. É preciso superação, sair da zona de conforto e dar um pouco mais do que estamos habituados. E não ter vergonha de pedir ajuda, procurar um profissional competente que indique o melhor caminho.
Se só pudesses escolher um qual seria?
Treino
Funcional
Desporto/Modalidade
Ginásio
Exercício
Agachamento
Snack saudável
Panqueca
Suplemento
Creatina
Cheat Meal
Pizza 🍕
Alguma coisa que queiras promover?
O meu perfil de instagram @tiagomarcelos_pt e do meu estúdio @hapfitnessstudio.
Partilha esta entrevista
Mais entrevistas 👇
9 de Jul, 19
Marcelo Gomes
Faz desporto desde sempre. Começou em bebé na natação, modalidade que praticou até aos 14 anos, quando iniciou a musculação. Aos 19 anos é Personal Trainer no seu próprio estúdio.
Blogger, Instagrammer e Youtuber de Viana do Castelo. É licenciada em Economia e mestre em Auditoria e Fiscalidade. Tem 28 anos, adora treinar, cozinhar, escrever, dançar…
8 de Jan, 19
Rafael Pinto
Youtuber de fitness português, com mais de meio milhão de visualizações. É vegan. Estuda Direito na Universidade do Minho e tem como hobbies ler e cinema.
Recebe em primeiro lugar entrevistas como esta com Vanniyama.
Recebe em primeiro lugar as novas entrevistas e novidades.
Inscreve-me